Neste post serão disponibilizados documentos para apoiar a capacitação em mapeamento de processos de trabalho e serão apresentadas vantagens de uma instituição possuir os processos mapeados… vamos lá!

 

BPMN, Marcus Rocco, www.governancas.com.br

BPMN

 

Os processos são formas de documentar as atividades de trabalho nas instituições, registrando o fluxo das rotinas e de ações forma visual, prática e padronizada, agregando valor ao negócio. A partir destes processos de trabalhos mapeados, podemos executar, monitorar, controlar e evoluir ciclicamente para alcançar resultados melhores.

 

Algumas definições para Processos:

  • É uma sequência de tarefas (ou atividades) que ao serem executadas transformam insumos em um resultado com valor agregado. (Wikipedia).
  • É um grupo de atividades realizadas numa sequência lógica com o objetivo de produzir um bem ou serviço que tem valor para um grupo específico de clientes. (Hammmer e Champy, 1994).
  • É qualquer atividade ou conjunto de atividades que toma um input, adiciona valor a ele e fornece um output a um cliente específico. (Gonçalves, 2000, p. 7).
  • É a ordenação específica das atividades de trabalho no tempo e no espaço, com um começo, um fim, entradas e saídas, claramente identificadas, enfim, uma estrutura para ação. (Davenport, 1998).

 

Uma das maiores vantagens de se ter os processos de negócio bem documentados é a de se alcançar os objetivos estratégicos da instituição com transparência, produtividade, integração, compatibilidade, responsabilização, efetividade, aderência, monitoramento, controle e evolução crescentes, refletindo em aumento da maturidade da instituição!

Sem um processo definido, você não conseguirá medir a qualidade de um serviço prestado e, sem uma medição, não haverá maturidade ou mesmo evolução!

 

Material de Aprendizado

 

Para apoiar o aprendizado no mapeamento de processos, disponibilizo um conjunto de documentos, preparados pelo TCU, com quatro aulas e até mesmo um caderno de exercícios:

 

Mapeamento de Processos de Trabalho (BPMN e Bizagi) – Aula 1

Mapeamento de Processos de Trabalho (BPMN e Bizagi) – Aula 2

Mapeamento de Processos de Trabalho (BPMN e Bizagi) – Aula 3

Mapeamento de Processos de Trabalho (BPMN e Bizagi) – Aula 4

Mapeamento de Processos de Trabalho (BPMN e Bizagi) – Exercícios

 

Guia de Referência Rápida

 

Ao iniciar seu primeiro mapeamento de processo de trabalho no Bizagi, a necessidade de acessar a documentação básica será frequente, portante, facilite o aprendizado com o uso dos seguintes guias rápidos:

 

BPMN 2.0 – Notação e Modelo de Processo de Negócio – BPM Offensive Berlin

Guia BPMN 2.0 – iProcess

 

Padronização

 

De nada adianta sua instituição estar documentada mas sem um padrão de referência que a mantenha uniforme, com as mesmas regras para a nomenclatura e para o desenho dos fluxos dos processos, facilitando a compreensão de todos os stakeholders. Assim sendo, você pode basear-se no padrão definido pela SEGPLAN (Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento) para apoiar na definição de seu próprio padrão de mapeamento de processos:

 

Padronização do Mapeamento de Processos no Bizagi

 

 

REFERÊNCIAS

 

Bizagi Modeler – Software de mapeamento de processos – Free

Bizagi Modeler – Guia do Usuário em Inglês

Bizagi Modeler – Guia do Usuário em Espanhol

BPMN.org

BPMI.org

 

Até o próximo post

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar tags e atributos HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>