Este post apresenta o questionário Perfil GovTI – 2014 na íntegra, servindo de guia às Instituições que buscam a evolução da maturidade em Governança.

 

GOVERNANÇA CORPORATIVA E DE TI

 

LIDERANÇA DA ALTA ADMINISTRAÇÃO

 

1.1. Com relação ao sistema de governança corporativa:

  1. A organização define e comunica formalmente papéis e responsabilidades para a governança corporativa.
  2. A organização dispõe de um comitê de direção estratégica formalmente instituído, que auxilia nas decisões relativas às diretrizes, estratégias, políticas e no acompanhamento da gestão institucional.
  3. A organização realiza avaliações sobre a definição e compreensão dos papéis e responsabilidades organizacionais.
  4. A organização dispõe de um código de ética formalmente instituído, bem como divulga e monitora o seu cumprimento.
  5. A organização dispõe de uma política corporativa de gestão de riscos formalmente instituída, como norma de cumprimento obrigatório.
  6. A organização dispõe de uma política corporativa de gestão de continuidade do negócio formalmente instituída, como norma de cumprimento obrigatório.

 

1.2. Com relação ao sistema de governança de TI:

  1. A organização define e comunica formalmente papéis e responsabilidades mais relevantes para a governança e gestão de TI.
  2. A organização dispõe de um comitê de TI formalmente instituído, composto por representantes de áreas relevantes da organização.
  3. O comitê de TI realiza as atividades previstas em seu ato constitutivo.
  4. A organização prioriza as ações de TI com apoio do comitê de TI (ou colegiado equivalente), que atua como instância consultiva da alta administração.

 

1.3. Com relação à entrega de resultado da TI:

  1. A organização define formalmente diretrizes para o planejamento de TI.
  2. A organização define formalmente diretrizes para gestão do portfólio de projetos e serviços de TI, inclusive para definição de critérios de priorização e de alocação orçamentária.
  3. A organização define formalmente diretrizes para contratação de bens e serviços de TI.
  4. A organização define formalmente diretrizes para avaliação do desempenho dos serviços de TI.

 

1.4. Com relação aos riscos de TI:

  1. A organização define formalmente as diretrizes para gestão dos riscos de TI aos quais o negócio está exposto.
  2. A organização define e comunica formalmente papéis e responsabilidades pela gestão de riscos de TI.
  3. A organização define formalmente os níveis de risco de TI aceitáveis na consecução de seus objetivos (apetite a risco).
  4. A organização toma decisões estratégicas considerando os níveis de risco de TI definidos.

 

1.5. Com relação ao pessoal de TI:

  1. A organização define formalmente diretrizes para garantir o desenvolvimento de competências e a retenção de gestores de TI.
  2. A organização define formalmente diretrizes para garantir o desenvolvimento de competências e a retenção de pessoal técnico de TI.
  3. A organização define formalmente diretrizes para avaliação e incentivo ao desempenho de gestores de TI.
  4. A organização define formalmente diretrizes para avaliação e incentivo ao desempenho de pessoal técnico de TI.
  5. A organização define formalmente diretrizes para escolha dos líderes da área de TI, ocupantes dos cargos de chefia e de assessoramento.

 

1.6. Com relação à transparência da gestão e uso de TI:

  1. A organização define formalmente diretrizes para comunicação com as partes interessadas (público interno e externo) sobre os resultados da gestão e do uso de TI, contemplando o meio de divulgação, o conteúdo, a frequência e o formato das comunicações.

 

1.7. Com relação ao monitoramento da governança e da gestão de TI:

  1. A organização define formalmente diretrizes para avaliação da governança e da gestão de TI.
  2. A organização realiza avaliação periódica de governança e de gestão de TI.
  3. A organização realiza avaliação periódica de sistemas de informação.
  4. A organização realiza avaliação periódica de segurança da informação.
  5. A organização realiza avaliação periódica de contratos de TI.

 

1.8. Com relação à auditoria interna:

  1. A auditoria interna possui pessoal capacitado para avaliar a governança e a gestão de TI. Informe o quantitativo desse pessoal: _____
  2. A auditoria interna monitora as ações de governança e de gestão de TI.
  3. A organização aprova, de forma periódica, plano de auditoria que inclua avaliação da governança e da gestão de TI.
  4. A auditoria interna avalia a gestão de riscos de TI.
  5. A auditoria interna avalia os riscos considerados críticos para o negócio e a eficácia dos respectivos controles.
  6. A auditoria interna avalia as respostas apresentadas aos questionários dos Levantamentos de Governança de TI realizados pelo TCU.

 
 

CONTROLES DE GESTÃO

 

ESTRATÉGIAS E PLANOS

 

2.1. Com relação ao planejamento estratégico institucional:

Processo

  1. A organização executa periodicamente processo de planejamento estratégico institucional.
  2. O processo de planejamento estratégico institucional prevê a participação das áreas mais relevantes da organização.
  3. O processo de planejamento estratégico institucional prevê a participação da área de TI.
  4. O processo de planejamento estratégico institucional está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.

Plano Vigente

  1. A organização possui plano estratégico institucional vigente, formalmente instituído pelo seu dirigente máximo.
  2. O plano estratégico institucional vigente contém pelo menos um indicador de resultado para quantificar o cumprimento de cada objetivo estratégico estabelecido.
  3. O plano estratégico institucional vigente contém metas de curto, médio e longo prazos, associadas aos indicadores de resultado.
  4. O plano estratégico institucional vigente estabelece os projetos e ações considerados necessários e suficientes para o alcance das metas fixadas.
  5. A execução do plano estratégico institucional vigente é acompanhada periodicamente quanto ao alcance das metas estabelecidas, para correção de desvios.
  6. O plano estratégico institucional vigente está publicado na internet para acesso livre. Informe a URL (completa): ______________________

 

2.2. Com relação ao planejamento de tecnologia de informação:

Processo

  1. A organização executa periodicamente processo de planejamento de TI.
  2. O processo de planejamento de TI prevê a participação das áreas mais relevantes da organização.
  3. O processo de planejamento de TI prevê o apoio do comitê de TI.
  4. O processo de planejamento de TI está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.

Plano Vigente

  1. A organização possui plano de TI vigente, formalmente instituído pelo seu dirigente máximo.
  2. O plano de TI vigente contempla objetivos, indicadores e metas para a TI, com os objetivos explicitamente alinhados aos objetivos de negócio constantes do plano estratégico institucional.
  3. O plano de TI vigente contém alocação de recursos (orçamentários, humanos e materiais) e estratégia de execução indireta (terceirização).
  4. A execução do plano de TI vigente é acompanhada periodicamente quanto ao alcance das metas estabelecidas, para correção de desvios.
  5. O plano de TI vigente vincula as ações (atividades e projetos) a indicadores e metas de negócio.
  6. O plano de TI vigente fundamenta a proposta orçamentária de TI.

 

INFORMAÇÕES

 

3.1. Com relação à informatização dos processos organizacionais:

  1. A organização identifica e mapeia os principais processos de negócio.
  2. Os principais processos de negócio da organização são suportados por sistemas informatizados.
  3. Há catálogo publicado com informações atualizadas de cada um dos sistemas informatizados.
  4. A organização designa formalmente responsáveis da área de negócio para a gestão dos respectivos sistemas informatizados.

 

3.2. Com relação à transparência das informações relacionadas à gestão e uso de TI:

  1. Os planos de TI vigentes são divulgados na internet, sendo facilmente acessados.
  2. As informações sobre o alcance dos objetivos de TI planejados são divulgados na internet, sendo facilmente acessadas.
  3. As informações sobre o acompanhamento das ações e dos projetos de TI são divulgadas na internet, sendo facilmente acessadas.
  4. Os editais, seus respectivos anexos e os resultados das licitações de TI (inteiro teor) são divulgados na internet, sendo facilmente acessados.
  5. Os estudos técnicos preliminares (inteiro teor) são divulgados na internet, juntamente com os editais de licitação de TI, sendo facilmente acessados.
  6. Os contratos de TI e os respectivos aditivos (inteiro teor) são divulgados na internet, sendo facilmente acessados.
  7. A execução orçamentária de TI, ao longo do exercício, é divulgada na internet, sendo facilmente acessada.
  8. As respostas aos questionários dos levantamentos de governança de TI realizados pelo TCU, bem como os respectivos relatórios de feedback, são divulgados na internet, sendo facilmente acessados.
  9. As informações sobre gestão e uso de TI divulgadas pela organização atendem aos princípios dos “Dados Abertos Governamentais” (http://dados.gov.br/dados-abertos).

 
 

PESSOAS

 

4.1. Com relação ao desenvolvimento de competências de TI:

  1. A organização define as competências necessárias para o pessoal de TI executar suas atividades.
  2. A organização define critérios para avaliação e atendimento dos pedidos de capacitação.
  3. A organização elabora, periodicamente, plano de capacitação para suprir as necessidades de desenvolvimento de competências de TI.
  4. A organização acompanha a execução do plano de capacitação, com identificação e correção de desvios.
  5. A organização avalia a execução do plano de capacitação, verificando se os objetivos e resultados esperados foram alcançados.
  6. O plano de capacitação inclui o desenvolvimento de competências em gestão de TI.
  7. O plano de capacitação inclui o desenvolvimento de competências em contratação de bens e serviços de TI e na gestão dos contratos decorrentes.
  8. A organização possui algum programa de benefício, financeiro ou não, para incentivar o desenvolvimento de competências do pessoal de TI.

 

4.2. Com relação ao desempenho do pessoal de TI:

  1. A organização estabelece metas de desempenho para o pessoal de TI.
  2. A organização avalia periodicamente o desempenho do pessoal de TI.
  3. A organização estabelece benefício, financeiro ou não, em função do desempenho alcançado pelo pessoal de TI.

 

4.3. Com relação à força de trabalho de TI, informe:

  1. Quantitativo previsto e aprovado como força de trabalho em TI.
  2. Quantitativo necessário (ideal) como força de trabalho em TI.
  3. Quantitativo total da força de trabalho existente (real) em TI.
  4. Quantitativo de servidores/empregados públicos efetivos da carreira de TI da própria instituição.
  5. Quantitativo de servidores/empregados públicos efetivos de outras carreiras (não TI) da própria instituição.
  6. Quantitativo de servidores/empregados públicos cedidos de outras instituições públicas.
  7. Quantitativo de servidores/empregados públicos não efetivos em cargos de livre nomeação.
  8. Quantitativo de estagiários.
  9. Quantitativo de terceirizados que trabalham regularmente no ambiente da instituição (contratos de serviços continuados com cessão de mão de obra).
  10. Quantitativo de terceirizados que trabalham no ambiente da instituição para execução de projetos de tempo determinado.
  11. Quantitativo de servidores/empregados públicos do quadro de TI que NÃO atuam na área de TI da instituição.
  12. Quantitativo de servidores/empregados públicos do quadro de TI que NÃO atuam na instituição.
  13. Outro(s). Qual(is)? _____________________.
  14. [ ] O quantitativo considerado ideal (item b) foi estimado com base em estudo técnico de avaliação quantitativa e qualitativa do quadro de pessoal da área de TI.

 

 

PROCESSOS

 

5.1. Com relação aos processos de gerenciamento de serviços de TI (conceitos baseados na biblioteca ITIL v.3):

Desenho de serviço

  1. A organização executa processo de gerenciamento do catálogo de serviços.
  2. O processo de gerenciamento do catálogo de serviços está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.
  3. A organização executa processo de gerenciamento da continuidade dos serviços de TI.
  4. O processo de gerenciamento de continuidade dos serviços de TI está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.

Transição de serviço

  1. A organização executa processo de gerenciamento de mudanças.
  2. O processo de gerenciamento de mudanças está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.
  3. A organização executa processo de gerenciamento de configuração e ativos.
  4. O processo de gerenciamento de configuração e ativos está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.
  5. A organização executa processo de gerenciamento de liberação e implantação.
  6. O processo de gerenciamento de liberação e implantação está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.

Operação de serviço

  1. A organização executa processo de gerenciamento de incidentes.
  2. O processo de gerenciamento de incidentes está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.
  3. A organização executa processo de gerenciamento de problemas.
  4. O processo de gerenciamento de problemas está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.

 

5.2. Com relação ao gerenciamento de nível de serviço de TI:

  1. A organização mantém um catálogo publicado e atualizado dos serviços de TI oferecidos às áreas clientes, incluindo os níveis de serviço definidos.
  2. Os níveis de serviço são formalmente definidos entre a área de TI e as áreas clientes (Acordo de Nível de Serviço – ANS).
  3. Os ANS incluem, como indicador de nível de serviço, o grau de satisfação dos usuários, apurado mediante a avaliação dos serviços de TI pelas áreas clientes.
  4. A área de TI monitora o alcance dos níveis de serviço definidos.
  5. A área de TI implementa ações corretivas em caso de não alcance dos níveis de serviço definidos.
  6. A área de TI comunica periodicamente o resultado desse monitoramento às áreas clientes.

 

5.3. Com relação à gestão de riscos de TI:

  1. A organização identifica os riscos de TI dos processos críticos de negócio.
  2. A organização avalia os riscos de TI dos processos críticos de negócio.
  3. A organização trata os riscos de TI dos processos críticos de negócio com base em um plano de tratamento de risco.
  4. A organização executa um processo de gestão de riscos de TI.
  5. O processo de gestão de riscos de TI está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.

 

5.4. Com relação à gestão corporativa da segurança da informação:

Políticas e Responsabilidades

  1. A organização dispõe de uma política de segurança da informação formalmente instituída, como norma de cumprimento obrigatório.
  2. A organização dispõe de comitê de segurança da informação formalmente instituído, responsável por formular e conduzir diretrizes para a segurança da informação corporativa, composto por representantes de áreas relevantes da organização.
  3. A organização possui gestor de segurança da informação formalmente designado, responsável pelas ações corporativas de segurança da informação.
  4. A organização dispõe de política de controle de acesso à informação e aos recursos e serviços de TI formalmente instituída, como norma de cumprimento obrigatório.
  5. A organização dispõe de política de cópias de segurança (backup) formalmente instituída, como norma de cumprimento obrigatório.

Controles e Atividades

  1. A organização executa processo de gestão de ativos, assegurando a definição de responsabilidades e a manutenção de inventário dos ativos.
  2. O processo de gestão de ativos está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.
  3. A organização executa processo para classificação e tratamento de informações.
  4. O processo para classificação e tratamento de informações está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.
  5. A organização implementa controles para garantir a proteção adequada ao grau de confidencialidade de cada classe de informação.
  6. A organização executa processo de gestão de riscos de segurança da informação.
  7. O processo de gestão de riscos de segurança da informação está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.
  8. A organização executa processo de gestão de vulnerabilidades técnicas de TI, com objetivo de reduzir o risco de exploração de vulnerabilidades conhecidas.
  9. O processo de gestão de vulnerabilidades técnicas de TI está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.
  10. A organização executa processo de monitoramento do uso dos recursos de TI, com objetivo de detectar atividades não autorizadas.
  11. O processo de monitoramento do uso dos recursos de TI está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.
  12. A organização executa processo de gestão de incidentes de segurança da informação.
  13. O processo de gestão de incidentes de segurança da informação está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.
  14. A organização possui equipe de tratamento e resposta a incidentes de segurança em redes computacionais, formalmente instituída.
  15. A organização realiza, de forma periódica, ações de conscientização, educação e treinamento em segurança da informação para seus colaboradores.
  16. A organização utiliza sistema criptográfico, aderente ao processo de certificação digital da ICP-Brasil, para garantir a autenticidade (autoria e integridade) das informações.

 

5.5. Com relação ao processo de software:

  1. A organização executa um processo de software, com o objetivo de assegurar que o software a ser desenvolvido, direta ou indiretamente, atenda às suas necessidades.
  2. O processo de software é acompanhado por meio de mensurações, com indicadores quantitativos e metas de processo a cumprir.
  3. O processo de software é periodicamente revisado e melhorado com base nas mensurações obtidas.
  4. A organização possui pessoal próprio capacitado para executar o processo de software.
  5. O processo de software está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.

 

5.6. Com relação ao gerenciamento de projetos de TI:

  1. A organização possui portfólio de projetos de TI.
  2. A organização executa processo de gerenciamento de projetos de TI.
  3. O processo de gerenciamento de projetos de TI é acompanhado por meio de mensurações, com indicadores quantitativos e metas de processo a cumprir.
  4. O processo de gerenciamento de projetos de TI é periodicamente revisado e melhorado com base nas mensurações obtidas.
  5. O processo de gerenciamento de projetos de TI está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.
  6. A organização possui um escritório de projetos, ao menos para projetos de TI.

 

5.7. Com relação às contratações de serviços de TI:

  1. A organização realiza estudos técnicos preliminares para avaliar a viabilidade da contratação.
  2. A organização explicita, nos autos, as necessidades de negócio que se pretende atender com a contratação.
  3. A organização explicita, nos autos, os indicadores dos benefícios de negócio que serão alcançados.
  4. A organização explicita, nos autos, o alinhamento entre a contratação e os planos estratégico institucional e de TI vigentes.
  5. A organização realiza análise dos riscos que possam comprometer o sucesso do processo de contratação e dos resultados que atendam as necessidades de negócio.
  6. A organização adota métricas objetivas para mensuração de resultados do contrato.
  7. A organização realiza os pagamentos dos contratos em função da mensuração objetiva dos resultados entregues e aceitos.
  8. A organização realiza a análise dos benefícios reais já obtidos, utilizando-a como critério para prorrogar o contrato.
  9. A organização diferencia e define formalmente os papéis de gestor e fiscal do contrato.

 

5.8. Com relação ao processo de planejamento das contratações de TI:

  1. A organização possui procedimentos internos que auxiliam na padronização das atividades de planejamento das contratações de TI.
  2. A organização executa processo de planejamento das contratações de TI.
  3. O processo de planejamento das contratações de TI é acompanhado por meio de mensurações, com indicadores quantitativos e metas de processo a cumprir.
  4. O processo de planejamento das contratações de TI é periodicamente revisado e melhorado com base nas mensurações obtidas.
  5. O processo de planejamento das contratações está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.

 

5.9. Com relação ao processo de gestão dos contratos de TI:

  1. A organização possui procedimentos internos que auxiliam na padronização das atividades de gestão de contratos de TI.
  2. A organização executa processo de gestão de contratos de TI.
  3. O processo de gestão de contratos de TI é acompanhado por meio de mensurações, com indicadores quantitativos e metas de processo a cumprir.
  4. O processo de gestão de contratos de TI é periodicamente revisado e melhorado com base nas mensurações obtidas.
  5. O processo de gestão de contratos está formalmente instituído, como norma de cumprimento obrigatório.

 

5.10. Com relação às contratações de TI (bens ou serviços) realizadas em 2013, informe a Quantidade total de contratos e o valor total contratado (em R$):

  1. Contratações realizadas.
  2. Contratações que adotaram o sistema de registro de preço (RP), em que a própria organização foi gestora da ata, com participação de outras instituições no planejamento (RP conjunto).
  3. Contratações que adotaram o sistema de registro de preço, em que a própria organização foi gestora da ata, sem participação de outras instituições no planejamento (RP solitário).
  4. Contratações que adotaram o sistema de registro de preço, com a participação no planejamento inicial de outra organização, que foi a gestora da ata (participação em RP conjunto).
  5. Contratações por adesão tardia a ata de registro de preço (“carona”), sem participação no planejamento da contratação.
  6. Contratações por dispensa de licitação por contrato emergencial.
  7. Contratações por dispensa de licitação para contratar órgão/entidade da Administração Pública (Lei 8.666/1993, art. 24, VII ou XVI).
  8. Contratações por inexigibilidade de licitação.

 
 

RESULTADOS

 

RESULTADOS DE TI

 

6.1. Com relação aos objetivos de TI planejados pela organização, informe as metas mais relevantes para cumprimento em 2013 (até cinco):

Nome do Objetivo, Indicador, Meta 2013 e Percentual de cumprimento da meta.

 

6.2. Com relação aos projetos de TI:

  1. [ ] A organização possui projetos de TI iniciados até 2013 que estão em andamento.

Com relação aos projetos de TI iniciados até 2013 que estão em andamento, informe os de maior valor orçado: Nome do projeto de TI, Breve descrição, Percentual de execução física em relação ao escopo, Percentual de atraso em relação ao prazo estimado e Custo estimado.

  1. [ ] A organização encerrou (concluiu ou cancelou) projetos de TI em 2013.

Com relação aos projetos de TI iniciados até 2013 que estão em andamento, informe os de maior valor orçado: Nome do projeto de TI, Breve descrição, Percentual de execução física em relação ao escopo, Percentual de atraso em relação ao prazo estimado e Custo estimado.

  1. [ ] Nenhum projeto de TI foi encerrado (concluído ou cancelado) em 2013.

 

6.3. Com relação aos principais serviços de TI que sustentam as atividades da organização, informe:

Nome do Serviço de TI, Principal indicador de nível do serviço, Meta 2013 e Percentual de cumprimento da meta.

 

6.4. Com relação aos serviços disponíveis ao cidadão/cliente:

  1. Os serviços são acessíveis via internet.
  2. Os serviços acessíveis via internet implementam as recomendações do Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico – eMAG, previsto no Programa de Governo Eletrônico Brasileiro.
  3. Os serviços acessíveis via internet implementam as diretrizes e as especificações dos Padrões de Interoperabilidade de Governo Eletrônico – ePING, previsto no Programa de Governo Eletrônico Brasileiro.
  4. Os serviços acessíveis via internet observam as recomendações dos Padrões Web em Governo Eletrônico – ePWG, previsto no Programa de Governo Eletrônico Brasileiro.
  5. Há catálogo publicado com informações claras e precisas de cada um dos serviços acessíveis via internet.
  6. Os serviços acessíveis via internet são avaliados pelo cidadão/cliente por meio de pesquisas periódicas de satisfação.
  7. Os resultados das avaliações dos serviços acessíveis via internet são divulgados ao cidadão/cliente.
  8. A organização possui perfil oficial em rede social com a finalidade de descobrir e atender às necessidades do cidadão/cliente.

 

 

É isto aí… no próximo post serão apresentadas algumas diferenças evolutivas entre esta versão (2014) e a anterior (2012). Até lá!

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar tags e atributos HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>